Cantores De Músicas Católicas Famosos No Mundo

Hoje em dia a música religiosa deixou de ser exclusiva para devoção de fé para ser outro ponto capaz de gerar milhões em dinheiro para as gravadoras. Os shows ficam lotados de devotos que não perdem a oportunidade de ver ao vivo concertos de músicos consagrados dentro das músicas católicas. Existem alguns nomes que romperam as barreiras dos países de origens para ganharem fama em nível mundial. Algumas bandas lançaram músicas que até hoje são consideradas clássicas dentro do gênero musical católico.

Cantores De Músicas Católicas Famosos No Mundo

Cantores De Músicas Católicas Famosos No Mundo

DONNA LEE

Três vezes vencedor do Prêmio Unidade, Donna Lee começou a tocar guitarra e cantar com a idade de sete anos. Em 1972, se juntou ao grupo folclórico em sua paróquia local, onde cantou e tocou guitarra por onze anos. Com a idade de quinze anos, escreveu a primeira canção para o retiro de jovens católicos. O álbum de estreia, “Coração Imaculado, Ó Sagrado Coração”, foi lançado em 1990, e foi bem recebido por todas as idades. Desde então, gravou vários álbuns de música. O CD, A Graça de Deus, recebeu três prêmios Unidade da Católica Unidas Vídeo Music Association.

As músicas de Donna se centram na reconciliação da eucaristia. Ela também tem uma especial devoção à Mãe de Deus, muitas músicas inspiradoras que contam a história de sua jornada de fé. Realizou concerto na igreja de São Padre Pio, em San Giovanni Rotundo, na Itália. Ela também teve a oportunidade de realizar concertos em cinco cidades diferentes em Portugal e em Aylesford, Inglaterra. Também cantou e discursou em conferências de festivais no Canadá, Austrália, Nova Zelândia, Itália, Espanha, Suíça, Holanda, México e Brasil.

Donna Lee está entre o conjunto de fundadores da Associação Católica de músicos, iniciados por John Michael Talbot, em 1996. Suas músicas podem ser ouvidas em várias estações de rádio católicas em todo os Estados Unidos, Canadá, Europa, e América do Sul.

DONNA LEE

DONNA LEE

DANIEL POLI

Músico, cantor e compositor católico nascido na cidade de Buenos Aires, Argentina.  Daniel em sua vida viveu na atmosfera de música. Seu avô era um maestro e tocava violino. Aos seis anos continuou aulas de violão e música. Com treze anos, ensaiou em casa com a primeira com guitarra elétrica. Seguido por este tempo o suficiente até estar preparado para seguir como solista.

Com cerca de quinze anos de idade, a sua vida começa a marcar na religião, em uma comunidade da Igreja Católica. Em 1976 concedeu o primeiro concerto. Antes de ser totalmente dedicado à música, trabalhou vários anos como professor de ensino em Filosofia e Estudos Religiosos, que sempre o manteve no meio da juventude. Daniel participou de inúmeros eventos na Argentina, além de ser convidado para se apresentar no Brasil, Chile, México, Colômbia, Peru, Equador, Guatemala e Porto Rico.

Ele foi apresentado no Encontro Internacional de Jovens, no Chile, que sediou o Primeiro Encontro Continental de Músicos. Também se dedicava à evangelização através da música, aparecendo em encontros de jovens pastorais, escolas católicas e comunidades. Participou com Martin Valverde, Luís Enrique Ascoy, Sandra Salas e George Eugenio em uma gravação destinada a cantar ao Espírito Santo. A produção de CELAM (Conferência Episcopal Latino-Americano).  Esteve na Jornada Mundial da Juventude 2011, em Madrid, Espanha.

Fr. Stan Fortuna

Fr. Stan Fortuna CFR é um dos oito membros fundadores da Comunidade de Frades Franciscanos da Renovação (uma ordem estabelecida na Arquidiocese de Nova York sob a jurisdição do Cardeal John O’Connor). Antes de sua conversão, o padre Stan era um músico de jazz profissional que estudou com o “pai da improvisação”, lendário Lennie Tristano, e se apresentou em locais como Birdland, Town Hall e Lincoln Center.

Aderiu ao estilo de vida ascético em viver no coração de South Bronx. Fr. Stan esteve envolvido com o desenvolvimento da comunidade e da implantação de diversos programas sociais em seu bairro, do Bronx Sul, inclusive quando a ordem religiosa começou, em 1987. Naquele mesmo ano, Stan estabeleceu sua empresa sem fins lucrativos, Francesco Productions (www.francescoproductions.com) com mistura de música e mensagem. Apresenta-se de maneira independente e gravou 18 CDs em vários gêneros, bem como DVDs e livros. Seu livro mais recente, “Got2 Love” discute o amor na cultura moderna (com o prefácio escrito pelo Cardeal Stanislaw Dziwisz). Recentemente lançou seu CD “Wanderer Seráfico”, que engloba uma mistura de estilos musicais.

Imagem de Amostra do You Tube

Com seu apostolado de pregação de padre, Stan viaja bastante fazendo palestras e concertos ao redor do mundo, com receitas de reservas e vendas destinadas ao trabalho com famílias pobres e empobrecidas. Foi convidado para falar e fazer shows na Jornada Mundial da Juventude. O Papa Bento XVI apareceu no programa da EWTN, “Life on the Rock” várias vezes com Stan. Fr. Stan começou o FILO – Francesco Internacional Amor Solidário – nova iniciativa que apoia várias missões no exterior.

GEN ROSSO

Grupo musical internacional ativo desde 1966, com sede na Itália. Durante suas atividades já fizeram mais de 1500 concertos, 150 turnês em 38 países, cerca de sessenta álbuns lançados (em várias versões), para um total de 320 músicas e mais de quatro milhões de telespectadores, bem como, eventos reuniões e oficinas. Nos setentas começou o primeiro show internacional, com música, ritmos e tradições de origem muito diferentes, feitas por músicos profissionais e desempenho de coreografia.

Nos anos oitenta o grupo é orientado para o gênero ópera-rock e musical. A década de noventa viu o retorno do grupo para shows de rock, com canções mais engajadas e direta. A turnê “Música e Mais”, começa com na Europa, América do Sul, em seguida, entre 1996 e 1999, aconteceu corrida na Itália. Em 18 de janeiro 1997 foi organizado o concerto especial para PALALOTTOMATICA, de Roma.

Imagem de Amostra do You Tube

Em 2000 a banda apresenta seu segundo musical, “Streetlight”, que conta a história de um jovem africano-americano de Chicago, que em sua gangue tenta viver a própria fé e acaba sendo morto. A apresentação levou a uma turnê mundial na Europa, Estados Unidos (2001), Brasil (2002) e na África (2008). Em 2003 foi gravado o álbum e turnê Eu Vou Despertar a Aurora, levada ao Vaticano. A banda também participou do “World Tour Zenit” em várias cidades da Itália, após o lançamento do álbum em 2005, por ocasião do 40º aniversário do grupo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>