Sula Miranda: Biografia da Cantora

A cantora, apresentadora de televisão e também escritora Sula Miranda nasceu em São Paulo, no dia 12 de novembro de 1963. Irmã de uma outra famosa, da cantora Gretchen passou a ter visibilidade no mundo do show no fim dos anos de 1980. Apesar de ser escritora e apresentadora a sua primeira experiência na televisão foi como cantora de músicas do estilo sertanejo.

Sula Miranda No Cenário Musical

O primeiro passo de Sula Miranda no cenário musical não foi em carreira solo. Ela iniciou em um grupo, sempre com estilo sertanejo, chamado “As Mirandas”. O grupo era formado por Sula e suas irmãs, Gretchen, cujo nome no grupo era o de batismo, Maria Odete e Yara.

O grupo de irmãs recebeu a amiga Paula e passou a ser um quarteto, o nome também foi mudado para “As Melindrosas”.

Com o grupo “As Melindrosas” Sula Miranda e suas companheiras gravaram o primeiro disco “Disco Baby”. As meninas fizeram o maior sucesso chegando a vender um milhão de cópias do LP.

Os Primeiros Passos da Carreira Solo de Sula Miranda

O primeiro contrato que Sula Miranda assinou com uma gravadora foi em julho de 1986. Foi a “3M” a lançar o primeiro disco da cantora e em outubro daquele mesmo ano, o álbum estava entre os mais vendidos. Tendo batido vários recordes.

Sula Miranda na sua carreira solo representava uma renovação do estilo sertanejo no Brasil, o “novo sertanejo” como muitos chamavam ou ainda “sertanejo urbano” para outros. A música com melodia caipira ganha alguns instrumentos eletrônicos e temas mais modernos.

O “novo sertanejo” fez sucesso de cara e Sula Miranda estava em alta naquela nova onda. As suas músicas tocavam direto nas rádios e ela era sempre convidada de programas de televisão.

Com um pé no novo estilo sertanejo e com o outro nas raízes desse universo, Sula percebeu que era preciso manter algumas tradições, como abordar temas de caminhoneiros e boiadeiros. Aliás, todas as duplas do estilo sertanejo da época faziam o mesmo.

Para se colocar de vez neste universo, Sula Miranda pediu uma música especial para o compositor Joel Marques. A cantora queria alguma coisa que falasse de como vive a esposa de um caminhoneiro e o seu desejo foi atendido, “Caminhoneiro do Amor”. A canção fez um grande sucesso como Sula Miranda previa, por conta do tema, e foi tanto que chegou a ficar 2 meses tocando em várias rádios de todo o Brasil.

E o sucesso da canção “Caminhoneiro do Amor” não ficou só no sucesso das rádios. Se refletiu em vendas. Poucos dias depois do lançamento Sula Miranda estava recebendo o “Disco de Ouro” pela venda de mais de 100 mil discos. E para completar, a canção rendeu a ela o título de “Rainha dos Caminhoneiros”.

Sula Miranda: Sucesso em Todo o Brasil

A “Rainha dos Caminhoneiros” passou a fazer shows em todo o Brasil, chegando a completar 25 apresentações em um único mês. E foi assim que Sula Miranda gravou bem 17 álbuns, 12 deles com músicas inédias, outros 3 foram coletâneas reunindo os maiores sucessos da cantora e 2 discos foram dedicados a músicas gospel.

Sula Miranda sempre agradou o seu público fora e também nos palcos. A agenda lotadas de show também era garantia de lugares lotados de pessoas. Em média, a cada apresentação, no auge da carreira, Sula Miranda reunia de 30 a 100 mil pessoas. Tornando uma referência da música sertaneja do Brasil.

O sucesso na época foi tanto que a cantora era muito solicitada para fazer publicidades na televisão, graças a empatia que ela demonstrava com o público. A mesma empatia que rendeu a ela participação em vários programas de TV. E na onda do sucesso, Sula Miranda aproveitou para montar uma grife com vários produtos chegando a abrir 40 franquias espalhadas pelo Brasil.

A Carreira de Apresentadora de Sula Miranda

Na carona do sucesso como cantora, Sula Miranda ganhou o título de apresentadora. De olho no seu carisma, em 1990, a cantora foi convidada por Goulart de Andrade para assumir a apresentação de um programa na Rede Record. O “Roda Brasil” era um programa temático sobre os caminhoneiros.

No ano de 1991, Sula Miranda continuava sendo uma das cantoras de música sertaneja mais badaladas do Brasil e recebeu do SBT o “Troféu Imprensa”. No mesmo ano, recebeu um convite da emissora para apresentar um programa que receberia o seu nome.

O “Sula Miranda” era um programa de música sertaneja e deu muito certo. Mais uma vez Sula Miranda conseguiu fazer uma brilhante atuação como apresentadora.

Dois anos depois, era 1993, Sula Miranda deixou o SBT e voltou para Rede Record. Mais uma vez o seu programa levava o seu nome. “Sula Miranda” era um programa de variedades, com música e entrevistas entre outras coisas.

De 1995 a 1996, Sula Miranda mudou de emissora de novo e esteve na CNT. O seu programa “Sula Show” ocupava as tardes de sábado na grade da emissora. No ano seguinte, 1997, passou para a extinta Rede Manchete e sempre aos sábados, dessa vez à noite, apresentava “Sula Miranda Show”. Na mesma época, paralelamente, comandava o programa “Siga Bem Caminhoneiro” exibido todos os domingos de manhã no SBT e patrocinado pela empresa Petrobras.

Sula Miranda também passou pela Rede TV, em 2000, quando foi apresentadora do programa para mulheres “Elas”.Dois anos depois, em 2002, apresentou outro programa voltado para o universo feminino, “Ser Tão Mulher”, dessa vez na extinta Rede Mulher de Televisão.

Ficou alguns anos longe da televisão cuidando somente da carreira de cantora e retornou em 2004, apresentando “A Tarde é Nossa” na volta da Rede Mulher de Televisão.

No ano de 2008, agora em um canal da televisão paga, mostrou uma outra faceta, a de decoradora e assumiu a apresentação do programa “Estilo & Ideias”.

Seu sucesso como decoradora foi tanto que ela ganhou um quadro sobre o tema em “Notícias e Mais” da CNT, programa que era apresentado por Adriana de Castro e Leão Lobo.

Entre 2013 e 2014, em junho, era apresentadora do programa “Tudo Posso” no canal Rede Família de Televisão. E até junho de 2014, paralelamente apresentava o quadro “Na Medida” na CNT.

Voltou a carreira musical em 2012 quando lançou os discos de música gospel.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Nacionais

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *