Banda Natiruts

Uma das principais bandas do cenário de reggae no Brasil, a banda Natiruts, foi formada em 1996 com o nome inicial de Nativus. Ganhando destaque na sua fase inicial com o primeiro nome o grupo vendeu 450 mil cópias já no primeiro álbum lançado por uma gravadora. A mudança de Nativus para Natiruts se deu devido a um processo movido pela banda ‘Os Nativos’ de Santa Catarina que se sentia lesada pela proximidade sonora dos nomes. Conheça um pouco mais da trajetória da banda Natiruts.

O Começo da História da Banda Natiruts

A formação da banda aconteceu de maneira despretensiosa, pois seu líder Alexandre Carlo tinha certeza de que seria analista de sistemas, curso que estava fazendo na Universidade de Brasília (UnB), e por isso via as suas composições musicais como um hobby. Um dia durante uma cervejada do time de futebol da UnB Alexandre conheceu Juninho (Waldivino Pires de Moraes Jr) com quem decidiu montar uma banda.

Os dois amigos convidaram outros dois integrantes, Bruno Dourado e Luís Maurício, para tocar com eles e assim estava formada a banda Nativus. No dia 29 de março de 1996 a banda fez a sua primeira apresentação e convidou para assumir a guitarra André Carneiro. Passados alguns dias a banda cresceu passando a contar com a backing vocal Izabella Rocha. Quando Carneiro decidiu deixar a banda foi a vez da entrada de Kiko Peres.

A Mudança de Nome

A banda Nativus teve uma boa aceitação da crítica musical por criar o que se chamou de um reggae brasileiro com elementos próprios. No início o grupo conseguiu gravar um CD independente chamado ‘Nativus’ devido à amizade de Kiko Peres com Tom Capone.

Tendo vendido 40 mil cópias desse álbum independente a banda foi contratada pela EMI e relançou o trabalho com grande êxito comercial. O sucesso do álbum despertou a atenção da banda catarinense ‘Os Nativos’ que abriu um processo contra esse grupo de reggae que passou a se chamar Natiruts em 1999.

Povo Brasileiro, Verbalize e Qu4tro

Os três álbuns seguintes da banda Natiruts ajudaram a consolidar o seu sucesso com canções que tinham teor político, incorporavam elementos de outras linguagens musicais sem deixar a sonoridade do reggae de lado. O segundo álbum da banda recebeu o nome de “Povo Brasileiro” e foi lançado no ano de 2000 com destaque para o single que deu nome ao disco e a música “Proteja-se e lute”.

O trabalho seguinte da banda foi o disco “Verbalize” que manteve a regularidade de canções que transitavam entre falar do cotidiano e de temas políticos com destaque para a música título desse CD, “Andei só” e para “Homem do povo”, faixa que contou com a participação de Rodolfo que na época era vocalista da banda “Raimundos”. No ano de 2002 a banda lançou seu quarto álbum intitulado “Qu4tro” que foi o marco da saída de Kiko Peres do grupo.


Nossa Missão – Incorporando Novos Elementos Sonoros

O álbum de 2005, “Nossa Missão”, ganhou destaque no cenário do reggae por incorporar outros elementos sonoros como toques de dub, vertente do reggae jamaicano que aposta na psicodelia e inclusão de efeitos como reverb e delas. A sonoridade do Natiruts estava definitivamente diferente.

Natiruts Reggae Power

Em 2006 o grupo lançou o CD e DVD intitulado “Natiruts Reggae Power” que objetivava comemorar uma década de trabalho além de apresentar a música da banda para um público maior. Esse trabalho contou com a regravação de algumas músicas que já tinham sido lançadas, mas não tinham chegado ao topo das paradas musicais nacionais como “Leve com você” e “Naticongo”. Foi nessa fase que Izabella e Bruno deixaram o grupo.

Trabalhos Seguintes

No ano de 2007 a banda lançou o CD “Natiruts de A a Z” com os principais sucessos da carreira como “Presente de um beija-flor” e “Cantar”. Após dois anos, em 2009, o grupo lançou o CD e DVD “Raçaman” de forma independente voltando as suas origens de fazer música engajada com letras focadas em sérios problemas sociais.

A banda começou a espaçar mais os seus lançamentos sendo que o trabalho seguinte foi “Natiruts Acústico no Rio de Janeiro” de 2012 em que festejava os seus 15 anos de estrada. O álbum que foi distribuído pela Sony Music recebeu a indicação ao Grammy Latino na categoria “Melhor Álbum Pop Contemporâneo Brasileiro”. No ano de 2014 a banda lançou “#NoFilter” que tinha canções próprias e versões de músicas de bandas como Charlie Brown Jr., Paralamas do Sucesso e Legião Urbana.

A gravação desse trabalho se deu na Fundição Progresso no Rio de Janeiro e foi especial por marcar o retorno de Kiko Peres ao grupo. O maior trabalho da banda foi gravado em 2015 recebendo o nome de “Natiruts Reggae Brasil” e contando com a participação de grandes nomes da música brasileira como Ivete Sangalo, Gilberto Gil, Planta e Raiz, Ponto de Equilíbrio, Maskavo, Cidade Negra e Saulo Fernandes. O lançamento mais recente da banda é o CD “Índigo Cristal”.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Bandas

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *