Harmonia do Samba

Em 1993, em Salvador, na Bahia, nascia o grupo de axé brasileiro, o Harmonia do Samba. O vocalista da banda é Xandy, que antes de entrar para o grupo estava à frente do “Gente da gente”.

Morador de Capelinha de São Caetano, um bairro simples da cidade de Salvador, Xandy, cujo nome de nascimento é Roque César, ainda criança demonstrou interesse pela música. O garoto pediu instrumentos musicais para mãe e nessa época, o seu interesse não era pelo axé, mas por samba de raiz. Um dos seus cantores favoritos era Almir Guineto, o grupo Fundo de Quintal também era uma referência daquela época.

Com instrumentos não mão, Xandy fazia ensaios com os amigos no quintal de casa. O tempo foi passando e ele foi se interessando ainda mais pela música e outras pessoas foram chegando para montar a banda. Dessa reunião surgiu o grupo “Gente da Gente” e eles compuseram várias músicas para a banda, como: Menina Quebra, Vem Neném, Elevador, entre outras.

As músicas e a alegria do grupo começou aos poucos ir agradando quem ouvia, era uma mistura de músicas de outras bandas, que já faziam sucesso, “Gera Samba” e “Patrulha do Samba”, por exemplo, entre outras.

Mas, logo o grupo foi ganhando identidade própria, graças a originalidade do vocalista e, além disso, um grande improvisador e dançarino. O que dava mais brilho para banda nos palcos. Os shows eram originais e a atuação do vocalista no palco, dançando e rebolando, foi logo percebida como um show à parte.

Outra diferença do Harmonia do Samba dos demais grupos da época é que no lugar das duas mulheres dançando, normalmente, era uma loira e a outra morena, eram dois homens que faziam esse papel. Além disso, eles juntos com Xandy, ensinavam o público a dançar.

O Primeiro Disco do Harmonia do Samba

O primeiro disco do grupo Harmonia do Samba foi gravado vendeu mais de 750 mil cópias. O álbum lançado pela gravadora Abril Music fez com que a banda se tornasse um fenômeno no Brasil em pouco tempo. Várias músicas fizeram muito sucesso, como: Desafio, Rebolado, Meus Sentimentos, Uva, entre outras.

Acabou que Xandy que até então tinha as outras bandas como referência, passou a ser a referência para as bandas, com o seu estilo de dançar, cantar e bordões, que foi criando ao longo das apresentações.

O segundo CD do Harmonia do Samba fez tanto sucesso quanto o primeiro e a frase “Demorou para abalar” caiu na boca do povo, além do carro-chefe do álbum, “O Rodo”. Logo em seguida, o grupo fez uma importante apresentação no Festival de Verão de Salvador, que reúne somente grandes nomes da música e eles estavam lá. A banda fez um grande sucesso e nomes da música brasileira como, Caetano Veloso, rasgaram-se em elogios para a banda.

Xandy passou a ser conhecido como “Carla Perez de calça”, a brincadeira começou logo depois de ele anunciar o namoro com a dançarina, que na época fazia parte do “Tchan”.

A música “Paradinha” do segundo CD foi um grande fenômeno e o clipe da música também virou uma grande febre, estava em todos os principais programas de música da época. A música, segundo conta os componentes do Harmonia do Samba, começou a partir de uma brincadeira, de um dos integrantes da banda “Cleiton Paradinha”.

No show, o Cleiton assumia o vocal e brincava dizendo “agora eu sou o Xandy” e fazia outras brincadeiras com a plateia, com brincar de “jogar o laço”. O Harmonia do Samba sempre teve uma grande sintonia com o público e isso fazia da banda um grande diferencial. Toda essa sintonia, em alguns momentos, dava muito trabalho para os seguranças, alguns mais engraçadinhos, tentavam agarrar o cantor.

Mais Um Sucesso do Harmonia do Samba

Da “Paradinha” a banda Harmonia do Samba conheceu a crescente fama e sucesso, o mesmo que o amigo do Terra Samba, Reinaldo, fazia com o seu grupo, com a música o “Rodo”. Eram os dois grandes sucessos da época e nesta época, Xandy foi escolhido como melhor cantor do Carnaval de Salvador. Eleição promovida pela Rede Bandeirantes de Televisão, do programa “Band Folia”. Na mesma época, Gilberto Gil declarou que era fã da voz do cantor do Harmonia do Samba.

Depois a banda ainda emplacou outros sucessos: Overdose de Carinho, com um estilo de salsa e mais, Tira a mão do bolso, Peneira, Mata papai, Destrambelhada, Ficou de mal, Deslizando, Batifun, Quebra e Samba, Comando, Samba Merengue, Selo de Qualidade e mais.

O Harmonia do Samba também fez muito sucesso quando misturou merengue com samba, na canção chamada “Samba Merengue”, uma aposta diferente e que deu muito certo. Outra mistura que o grupo experimentou foi o pagode baiano com a salsa. Apostas que garantiam sempre ótimas críticas e levavam os fãs ao delírio.

No ano de 2003, o Harmonia do Samba lançou o seu próprio trio elétrico no bloco “Meu e Seu” e mais um disco com o mesmo nome. Para os críticos foi o ponto que marcou o amadurecimento musical da banda e colocou Xandy, o vocalista como o maior cantor de pagode baiano do Brasil de todos os tempos.

A banda ainda fez outros projetos como o “Harmonia Light”, no qual gravou músicas com uma pegada mais romântica, no estilo MPB e também apostou em um pagode voltado para os apaixonados. Outro sucesso do grupo foi os “Ensaios de Verão”, que aconteciam nas segundas e em 2011, foram eleitos como os melhores da Bahia. Nestes encontros, o Harmonia do Samba cantava os grandes sucessos da carreira e também de outros grupos, além de receber visitas de outros artistas, como Saulo Fernandes, Ivete Sangalo, Gilberto Gil, entre outros.

O Harmonia é uma banda que deu certo e mesmo que nacionalmente, o pagode baiano tenha perdido um pouco de espaço, Xandy e sua turma continuam sendo um dos grupos preferidos. Eles conservam os fãs do início da carreira e ganharam novos fãs com o passar do tempo. Em geral, as novidades do grupo são lançadas a cada início de ano com a proximidade do carnaval e obviamente, o bloco do Harmonia do Samba é um dos mais disputados da festa baiana.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Bandas

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *