Soundgarden: Sucesso De Seattle

A cidade norte-americana de Seattle observou o surgimento de muitas bandas de projeção significativa no rock e grunge como o Nirvana, Pearl Jam, Alice in Chains e Soundgarden. Dentre essas bandas de Seattle o som mais pesado fica por conta de Alice in Chains e Soundgarden principalmente no começo da carreira.

Uma curiosidade é que o Soundgarden já foi considerada como uma banda de heavy metal. Um dos diferenciais dessa banda para as demais citadas é que o Soundgarden foi a primeira a assinar com uma grande gravadora. Apesar disso o sucesso comercial viria somente no começo da década de 90 depois que houve uma popularização do rock.

Soundgarden: Sucesso De Seattle

Soundgarden: Sucesso De Seattle

Uma banda que já vendeu mais de 9 milhões de álbuns nos Estados Unidos e mais de 21 milhões no mundo. O ápice do sucesso do Soundgarden foi com o álbum “Superunknown” de 1994 que já estreou na primeira posição da Billboard. Com esse trabalho a banda levou prêmios Grammy para casa. A banda já figurou na posição 14 na lista dos 100 Maiores Artistas do Hard Rock, da VH1.

No dia 09 de abril de 1997 a banda anunciou o seu fim por causa de muitas brigas entre os integrantes. No dia 31 de dezembro de 2009 os fãs receberam como presente de ano novo um comunicado no site da banda anunciando o retorno do Soundgarden.

Imagem de Amostra do You Tube

O Começo Do Soundgarden

No ano de 1984 a banda Soundgarden foi formada por Chris Cornell no vocal e na guitarra e Hiro Yamamoto no baixo. O grupo mais tarde ganharia mais um integrante o guitarrista Kim Thayil. O nome da banda foi inspirado numa escultura de canos que estava exposta no Magnuson Park, em Seattle e cujo título era “The Sound Garden”.

No começo da banda Cornell tinha que cantar e tocar bateria para aliviar um pouco a carga dele entrou para a banda o baterista Scott Sundquist. A primeira gravação feita pela banda foi num disco que contava com canções de outras bandas como The U-Men, Green River e Melvins.

O Começo Do Soundgarden

O Começo Do Soundgarden

Novo Baterista e o Primeiro EP

Em 1986 Sundquist saiu da banda porque não conseguia conciliar com a sua família. Os três integrantes que permaneceram conseguiram convencer Matt Cameron a abandonar a sua banda Skin Yard para integrar a Soundgarden. Com todos os integrantes a banda gravou o seu primeiro EP que se chamou Screaming Life em 1987 pelo selo Sub-pop.

Imagem de Amostra do You Tube

No ano seguinte o Soundgarden lançou Fopp, o seu segundo EP, como este álbum tinha como base covers de outras bandas não foi tão bem sucedido em termos de qualidade. Os dois primeiros EP foram relançados em 1990 no formato de um álbum único chamado Screaming Life/Fopp ainda pela Sub-Pop. Depois de alguma resistência em assinar com uma grande gravadora a banda passou a integrar o time de bandas da A&M.

Mudanças De Baixistas e o Sucesso Comercial

O primeiro álbum lançado pela A&M foi “Louder than Love” em dezembro de 1988. No ano de 1989 Yamamoto deixou a banda para voltar ao meio acadêmico, o Soundgarden enfrentou uma grande dificuldade já que estava com uma turnê marcada. A banda fez audições e escolheu Jason Everman para substituir Yamamoto no baixo.  Depois da turnê Everman acabou saindo da banda.

Foi então que a banda decidiu contratar um baixista que havia se destacado nas primeiras audições, mas que não conhecia as músicas da banda, Ben Shepherd. Com o novo baixista a banda lançou o single “Room a Thousand Years Wide” com grande êxito.

Tour Com Guns n’ Roses e Indicações Ao Grammy

No meio do ano de 1991 foi lançado o terceiro álbum do Soundgarden chamado “Badmotorfinger”. Com esse trabalho a banda conquistou mais fãs e passou a ser mais conhecida, ganhando inclusive um disco de platina. O álbum ainda teve a polêmica do clipe da música “Jesus Christ Pose” que foi banido da MTV por ser descrito como anticristão.

No final de 1991 a banda começou uma turnê junto com o Guns n’ Roses pelos Estados Unidos e lançou o EP Satanoscillatemymetallicsonatas (SOMMS). Um álbum com muitos covers que foi indicado ao Grammy. No ano seguinte Badmotorfinger foi indicado ao Grammy na categoria “Best Metal Performance”.

Superunknown – Ápice Do Sucesso

O álbum de estúdio Superunknown de 1994 apresentou uma mudança musical da banda e se tornou um grande sucesso comercial com singles como “Spoonman”, “Black Hole Sun” e “My Wave”. Uma das principais mudanças no estilo se deve as letras das músicas que ficaram mais obscuras. Por esse álbum a Soundgarden levou dois prêmios Grammy.

Down On The Upside – Último Álbum Da Banda

Em 1996 a banda lançou “Down On the Upside” o seu último álbum antes da longa pausa. Esse trabalho não teve o mesmo sucesso dos álbuns anteriores mesmo com uma crítica positiva. Nessa fase houve um período de grande tensão entre os integrantes da banda.

Um fato marcante dessa fase foi quando Shepherd jogou o seu baixo depois o aparelho falhar. No dia 09 de abril de 1997 o Soundgarden anunciou o seu fim e para terminar lançaram o seu best-of intitulado de A-Sides.

Pós-Soundgarden

Nesse período pós- Soundgarden Cornell lançou um álbum solo em 1999 com o título de Euphoria Morning e em 2001 criou o grupo Audioslave juntamente com os integrantes da banda Rage Against the Machine. O Audioslave gravou três álbuns e quando Cornell saiu a banda acabou, no começo de 2007.

No mesmo ano do fim do Audioslave, Cornell, lançou o seu segundo álbum solo Carry On que dividiu as opiniões e teve um bom sucesso comercial. Matt Cameron chegou a se dedicar a um projeto paralelo chamado Wellwater com o apoio de Shepherd e Thayil. Depois Cameron trabalhou um tempo com o Smashing Pumpkins.

No ano de 1998 acompanhou o Pearl Jam numa turnê e acabou se tornando um membro oficial da banda. Kim Thayil se dedicou a formar um grupo com Jello Biafra (Dead Kennedys), Krist Novoselic (ex-baixista do Nirvana) e Gina Mainwal (baterista), o nome grupo era No WTO Combo.

Participou ainda do 999 Levels of Undo de Steve Fisk e do Probot, projeto paralelo de Dave Grohl. Shepherd saiu numa turnê com Mark Lanegan e chegou a lançar um álbum chamado Hater em 2005. Em 2010 os integrantes se uniram para gravar um single chamado “Black Rain”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>