Fases Da Música Sertaneja: Da Moda De Viola Ao Universitário

A música sertaneja data da década de 10 do século passado devido ao escritor e jornalista Cornélio Pires que tinha o hábito de levar os costumes dos caipiras para as cidades grandes. Muito antes desse tipo de música ser conhecida do grande público Cornélio compilou num livro músicas que foram escritas nas décadas de 10 e 20 e que tinham uma característica de falar de coisas caipiras.

Fases Da Música Sertaneja: Da Moda De Viola Ao Universitário

Fases Da Música Sertaneja: Da Moda De Viola Ao Universitário

O Começo Do Sucesso – Moda De Viola

Essa compilação foi bastante útil para que essas músicas não ficassem esquecidas, porém, a força desse estilo musical apenas ganhou força a partir da década de 20. Dentre os pioneiros que transformaram a música caipira na conhecida moda de viola estão Laureano e Soares, Zico Dias e Ferrinho, Mariano e Caçula e Mandi e Sorocabinha.

As canções dessas duplas falavam sobre o cotidiano e também sobre política e a Era Vargas. Até esse momento a música sertaneja apenas falava sobre o cotidiano do homem do campo.

O Começo Do Sucesso – Moda De Viola

O Começo Do Sucesso – Moda De Viola

Música Sertaneja Romântica

No final da década de 60 a música sertaneja foi se tornando mais romântica, mas a sua força nesse segmento apenas se deu na década de 80. As primeiras músicas sertanejas consideradas românticas tinham uma melodia do tipo rancheiras (guarañias de origem Paraguaia).

Podemos citar algumas duplas dessa época: Liu e Leu, Milionário e José Rico, Tião carreiro e Pardinho, Léo Canhoto e Robertinho, Tonico e Tinoco, Trio parada dura entre outros artistas.

Combinação Com Outros Estilos

A década de 80 teve como grande destaque da música sertaneja a dupla Chitãozinho e Xororó. O mais curioso é que os irmãos vindos do Paraná se inspiraram em músicos como Roberto Carlos, Beatles entre outros. A ideia dos irmãos era combinar a música sertaneja com outros estilos e com instrumentos como baixo, bateria, guitarra e outros.

No começo a dupla foi tida como ousada e sem grandes chances de conquistar o sucesso. Nesse momento o auge do sucesso da música brasileira era a Jovem Guarda e por isso mesmo ninguém dava um verdadeiro crédito para o sucesso de Chitãozinho e Xororó.

Porém, devido a toda a insistência dos músicos a música sertaneja se modernizou e as suas canções foram as primeiras consideradas sertanejas a tocar tanto nas rádios AM como nas rádios FM. Uma curiosidade é que na década de 80 a música sertaneja apenas tocava de madrugada e em rádios AM.

Tocar essas canções antes da madrugada era tido como um motivo de chacota. Porém, a canção “Fio de Cabelo” ganhou a presença de guitarras, bateria e baixo. Com um estilo mais moderno essa música conquistou um lugar de destaque dentre as canções que tocavam nas rádios FM.

Além dessa canção clássica outras ganharam essa nova “roupagem” instrumental como “Evidências” “Galopeira” “Se Deus me ouvisse”.

A Década De 90 e o Romantismo

Depois dessa mudança das rádios AM para FM promovida pelo trabalho de duplas como Chitãozinho e Xororó chegou a década de 90 com canções bem mais românticas. Nesse momento surgiram muitas duplas de grande sucesso como Leandro e Leonardo, Gian e Giovani, Zezé e Luciano e Rick e Renner.

Essas duplas sempre apresentaram canções com letras românticas e que tinham uma questão amorosa não resolvida como principal temática. Algumas duplas que vieram da década de 80 trabalharam essa mudança e conseguiram transformar as suas canções em músicas mais românticas para acompanhar a evolução e mudança musical do estilo sertanejo.

Ano 2000

A partir do ano 2000 surgiram novas duplas de sucesso na música sertaneja como Bruno e Marrone e Edson e Hudson. Essas duplas se diferenciavam das outras que se estabeleceram um pouco antes por ainda preservar no repertório algumas modas de viola que datavam de décadas anteriores e são consideradas os clássicos da música sertaneja. Para muitos essas duplas ajudaram a promover o resgate das modas de viola.

Sertanejo Universitário

A partir no ano de 2007 a música sertaneja passou a seguir um outro rumo e essa nova fase passou a ser chamada de “Sertanejo Universitário”. Durante algum tempo as pessoas se perguntaram porque universitário. Podemos dizer que em parte essa nomenclatura é uma referência a uma fase do forró que surgiu com o grupo Falamansa que se considera de forró universitário devido ao fato de que os integrantes cursavam a universidade quando resolveram cantar.

Vale destacar que o sertanejo universitário foi na onda da nomenclatura do forró, mas nada tem a ver com faculdades. Basicamente esse estilo considerado como universitário é composto por uma grande mistura de ritmos que envolve o próprio sertanejo, forró e alguns casos até música eletrônica.

Dentre as duplas mais famosas dessa fase estão João Bosco e Vinicius, João Neto e Frederico e César Menotti e Fabiano. Nessa nova música sertaneja é possível que cantores se destaquem em carreira solo como o cantor Luan Santana e Gustavo Lima. Algumas músicas desses artistas já contam até com um pouco de funk nessa mistura.

O cantor Michel Teló se destacou mundialmente com o hit “Ai se eu te pego” que para os mais conservadores não é mais um tipo de música sertaneja. Todos os dias novos hits surgem desse estilo conhecido como sertanejo universitário e se mostram mais distantes da moda de viola. A grande questão é se a moda de viola e essas canções podem coexistir, se uma decreta o fim da outra ou se simplesmente são coisas diferentes.

Outros Artistas

Alguns artistas sertanejos como Victor e Léo e Paula Fernandes embora também cantem música tida como sertaneja não podem ser encaixados no grupo universitário uma vez que as letras das suas canções ainda falam sobre o campo, o amor e não tem tanta mistura de ritmos.

A música sertaneja passa por uma fase de renovação em que estão surgindo novos artistas e em que se busca firmar uma identidade, mas será que é realmente necessário que tudo seja rotulado? O mais importante é que quem escuta goste da música que está tocando, se não gostar é só mudar de rádio. Todos têm liberdade para curtir a fase da música sertaneja de que mais gostam. Qual é a sua preferida? Escute e se divirta com as suas músicas favoritas.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Sertanejo

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *