Bell Marques

E foi assim que Bell Marques se despediu do grupo “Chiclete com Banana” puxando os foliões que acompanhavam o bloco “Vumbora”. A alegria de começar um novo “episódio” na carreira artística não evitou que Bell Marques sentisse a despedida. Na época, o cantor falou na mistura de sentimentos que estava vivendo.

Para Bell Marques a carreira solo além de ser um novo e forte desafio e essa é a parte boa, era também o momento de deixar um grupo que por anos lhe deu tanta felicidade. O cantor quando se despediu do Chiclete com Banana, disse que mesmo sendo uma decisão que foi pensada com muita antecedência, ainda sentia a partida.

Um Passo de Cada vez Para o Lançamento da Carreira Solo

Foi no ano de 2013 que Bell Marques anunciou a sua saída da banda Chiclete com Banana para seguir carreira solo. Mas, que os fãs só o veriam nos palcos sozinho no ano de 2014. Nesse meio tempo, entre outros projetos, o cantor estreou um novo bloco.

Na época, Bell destacou a importância de estar a frente de um bloco novo, que ainda teria que construir e alcançar fãs. Para ele, esse seria o primeiro desafio e serviria para “medir” a temperatura da sua carreira solo.

Ele ainda destacou, na época, a vantagem que seria de seguir sozinho, ter o próprio bloco. Para o cantor era uma grande chance de tomar as decisões sozinhos e poder apostar nos próprios sonhos.

Todo o discurso do cantor Bell Marques parece um pouco fora de lugar se pensarmos que à frente do Chiclete do Banana foram 33 anos. Porém, como todo artista, ele garante que é um recomeço e todo projeto novo “dá um frio na barriga”.

A Relação com o Chiclete com Banana de Bell Depois de Deixar o Grupo

Como todo artista que construiu uma história, uma carreira de sucesso com um grupo e depois resolve seguir carreira solo, o carinho e o respeito foram os pontos que Bell destacou do que ficou entre ele e grupo.

Bell Marques costuma afirmar nas entrevistas, sempre que perguntado pelo antigo grupo, que sempre sentirá um grande carinho por aquele que o consagrou e que sempre vai bater a saudade dos palcos com o Chiclete com Banana.

Na época do anúncio da sua saída se especulou que o  motivo seria a baixa da música baiana, se trataria de uma crise na carreira. Mas, tal motivo foi desmentido pelo cantor, que reafirmou a vontade de estar à frente de um projeto que ele poderia dar a cara que ele gostasse.

E com certeza, Bell Marques não sabe o que é crise na carreira. Mal anunciou a carreira solo e sua agenda em pouco tempo ficou lotada. O cantor costuma reservar o mês de agosto para descansar e fora isso está viajando de um lado para o outro em todo o Brasil.

Com o sucesso das carreira solo, Bell Marques fez questão de falar que o ritmo baiano está em alta sim e não em baixa, como foi dito na época da sua saída do grupo. E mais, que a prova de que a carreira dele não estava e nem está em baixa é a quantidade de shows por ano que está fazendo.

Como foi a Despedida de Bell Marques do Chiclete com Banana

É claro que a despedida de Bell Marques foi no palco ao lado dos seus companheiros de grupo e não poderia ser diferente. Na banda que o consagrou, ele puxou o bloco “Camaleão” fazendo todo o famoso percurso de Campo Grande, chamado Osmar.

Na despedida também foi anunciado o nome do vocalista que ficaria à frente do Chiclete com Banana, ex banda Via Circular, Rafa Chaves.

A última apresentação de Bell Marques à frente da banda Chiclete com Banana terminou com um abraços de grupo com aqueles que se tornaram os seus ex-companheiros de banda.

E claro que Bell não poderia encerrar o show sem a sua produção que os fãs estavam acostumados a ver “chicleteiro”com bandana, camiseta e calça claras. E abriu o show cantando “Meu cabelo duro é assim”.

Muitas celebridades acompanharam de perto a despedida de Bell Marques do grupo Chiclete com Banana, como a atriz Maria Casadevall e o ator Anderson di Rizzi.

E claro, que não faltou animação durante esse último momento de Bell à frente da banda que o consagrou. Até brincadeiras aconteceram, quando os fãs pediram que o cantor dançasse o “Lepo Lepo” e foram prontamente atendidos.

E como acontecesse em todos momentos de despedida, não faltou emoção, quando Bell Marques cantou “Amor Perfeito” e recebeu dos fãs várias faixas com belos dizeres desejando boa sorte para o novo projeto.

A Estreia da Carreira Solo de Bell Marques

Entre a despedida da banda Chiclete com Banana e o início da carreira solo de Bell Marques, os seus fãs esperaram um pouco. O anúncio feito em 2013 e o último show com a banda e Bell Marques só voltou aos palcos no dia 6 de março de 2014.

Aliás, a data de estreia ficou bem para depois do carnaval, somente 2 dias depois do fim da festa, Bell Marques se apresentou no Axé Moi Folia 2014, no Carnaporto. Em um dos carnavais fora de época de Salvador. O show aconteceu na Arena Axé Moi na cidade de Porto Seguro.

E como prova que o seu coração ainda estava batendo forte com a velha banda, o cantor apresentou antes da sua estreia com a carreira solo, uma música acústica. Foi uma canção para homenagear o bloco de carnaval “Camaleão”.

A música chamada “Lindo é Viver” conta do amor que ele guarda no coração do bloco que ele viveu por muitos anos.

E enquanto a carreira de Bell Marque vai de vento em popa de um lado, o Chiclete com Banana também não quer parar. Logo anunciou o substituto, o cantor e guitarrista Rafa Chaves. Que segundo foi divulgado nas redes sociais, o artista foi escolhido por unanimidade. Eles comentaram que seguiram alguns critérios para escolha, que foram: musicalidade, entrosamento e modernidade.

O cantor brasileiro de axé Washington Marques da Silva mais conhecido por Bell Marques nasceu no dia cinco do mês de setembro do ano de 1952 em Salvador – Bahia. Deu inicio a sua carreira ainda bem jovem e já demonstrava seu grande talento para música. Com seu trabalho guardou dinheiro e comprou ele mesmo seu primeiro instrumento e tocava na banda Scorpius junto com seu irmão e um grande amigo.

No ano de 1980 tocou com seu trio elétrico pela primeira vez em sua carreira no carnaval pelo bloco Traz os Montes e fizeram o povo vibrar de tanta alegria. No ano de 1982 a banda passa a se chamar Chiclete com Banana e Bell passou a ser o líder e também vocalista da banda. Aos poucos conquistou um número numeroso de fãs e com isso seu sucesso foi aumentando. A banda é atualmente um grande sucesso e faz shows em vários lugares sempre com recordes de público.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Axé

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *