Cantora Tiê: Nova Safra Da MPB

A primeira curiosidade a respeito da cantora Tiê é que esse é seu nome de batismo. Tiê Gasparinetti Biral nasceu na cidade de São Paulo no dia 17 de março de 1980. A artista está no portfólio de novos talentos da MPB da Warner Music Brasil. Conheça um pouco mais sobre a cantora de voz marcante que vem se tornando uma das grandes promessas musicais do futuro do país.

Cantora Tiê: Nova Safra Da MPB

Cantora Tiê: Nova Safra Da MPB

Tiê – Multiplas Facetas Profissionais

Tiê tem veia artística, pois é neta da atriz Vida Alves e antes do sucesso como cantora trabalhou como modelo do casting da Ford Models. Para se ter uma ideia Tiê foi escolhida para atuar num comercial que teve a direção de Fernando Meirelles e que recebeu prêmios em Cannes (o Oscar da publicidade).

Tiê – Multiplas Facetas Profissionais

Tiê – Multiplas Facetas Profissionais

Além disso, Tiê cursou Relações Públicas na FAAP e também estudou em Nova York. Antes do sucesso como cantora Tiê mostrou que era versátil profissionalmente e foi dona de um Café Brechó. Aliás, foi como dona desse estabelecimento que ela conheceu o tecladista Dudu Tsuda que faz parte da banda Pato Fu além do compositor Toquinho.

A primeira canção que Tiê gravou foi com Toquinho com quem chegou a excursionar pelo Brasil e pela Europa numa turnê. Foi em 2009 que ela lançou o seu primeiro trabalho musical chamado “Sweet Jardim”. Nesse trabalho Tiê, que já era muito querida no meio musical, contou com a participação de muitos artistas dentre os quais se destacam Toquinho.

http://www.youtube.com/watch?v=Udu0BKECtNo

A Carreira De Tiê

O EP De Tiê

No ano de 2007, antes do álbum “Sweet Jardim”, Tiê gravou um EP em parceria com Dudu Tsuda do Pato Fu. Esse EP foi o começo do trabalho que em 2009 seria conhecido como o primeiro álbum de sua carreira. No meio tempo entre um lançamento e outro Tiê trabalhou compondo canções.

Com 28 anos em 2009 Tiê se sentou pronta para lançar esse trabalho, vale dizer que a artista já debutou no cenário musical com canções de composição própria. O CD que contou com dez faixas era basicamente de voz, piano e violão. As músicas foram gravadas ao vivo e tem um toque de autobiografia e delicadeza que surpreenderam e encantaram.

As Canções De Tiê

Nesse primeiro álbum “Sweet Jardim” Tiê apresentou ao público um pouco de si mesma através de canções que falavam sobre a sua vida e os seus sentimentos. Uma das músicas mais interessantes desse trabalho é “Passarinho” que fala sobre o seu nome Tiê, que lembramos é de batismo.

Outra música que recebeu elogios muito positivos da crítica foi “A Bailarina e o Astronauta”. Em geral as músicas desse trabalho têm como base o violão e alguns efeitos sonoros diferenciados bem como intervenções. Parte das canções tem como base o piano e na canção título do trabalho “Sweet Jardim” é possível se deleitar com os violões de Toquinho.

Tiê gosta de ressaltar que o seu trabalho tem esse caráter diferenciado porque ela mistura as suas influências musicais como Beatles, David Bowie, Ella Fitzgerald e tantos outros artistas. As músicas de Tiê têm uma mistura de elementos e estilos que soam diferentes aos ouvidos e que por isso mesmo tem se tornado tão interessante aos fãs da cantora.

Uma curiosidade é que Tiê pode se dedicar melhor as suas canções quando teve um problema no pulmão e precisou fazer uma pausa para o tratamento. Nessa fase difícil a cantora percebeu que devia usar os seus sentimentos e a sua vida como fonte de inspiração.

Sweet Jardim e a Identidade Musical Brasileira

O primeiro álbum de Tiê, Sweet Jardim, entrou na lista dos 50 discos que ajudaram a formar a identidade musical brasileira dos anos 2000 elaborada pelo jornal A Folha de S.Paulo.

A Coruja e o Coração – O Segundo Álbum

O segundo álbum de Tiê foi lançado oficialmente em 2011 e recebeu como nome “A Coruja e o Coração”. Esse trabalho foi indicado à categoria Revelação do Prêmio Multishow 2010. O álbum ganhou uma turbe que teve shows em todo o Brasil e que chegou também a Nova York e a Europa incluindo Paris, Londres, Barcelona e Berlim.

A Coruja e o Coração – Participações Especiais

Nesse segundo álbum Tiê quis impressionar e surpreender novamente o cenário musical brasileiro. O trabalho também conta com canções de autoria própria assim como aconteceu em Sweet Jardim, mas tem também ótimas parcerias e algumas versões que receberam arranjos mais encorpados.

Grande parte das canções contou com bateria e percussão, dentre as participações especiais como Marcelo Jeneci e Hélio Flanders, Dorgival Dantas, Jorge Drexler e até mesmo de Tulipa Ruiz. Uma das principais características desse segundo álbum é que Tiê buscou mostrar outras facetas musicais que não tinham aparecido no primeiro trabalho.

As Canções De A Coruja e o Coração

A primeira canção desse álbum é “Na Varanda da Liz” que possui uma base instrumental mais densa e com mais peso do que as músicas do primeiro disco. Jorge Drexler participou da canção “Perto e Distante” que também merece destaque nesse trabalho.

Em inglês é possível conferir as canções “For You And For Me” e “Hide And Seek”. Para se ter uma ideia de como Tiê é uma artistas multifacetada ela fez a sua versão da música “Você Não Vale Nada”, interpretada por Aviões do Forró, Calcinha Preta e Ivete Sangalo. O trabalho também contou com regravações de “Só Sei Dançar com Você”, de Tulipa Ruiz, “Mapa-Mundi” que foi gravada por Thiago Pethit e também a canção que dá nome ao trabalho “A Coruja e o Coração” que é uma regravação.

Tiê-Sangue – O Pássaro

O nome da cantora Tiê foi inspirado no pássaro conhecido como Tiê-Sangue (Ramphocelus bresilius). Trata-se de uma ave sul-americana que pertence a família dos traupídeos. Essa ave passeriforme é reconhecida devido a beleza da sua plumagem cor de fogo e de sangue como o nome bem sugere.

O nome Tiê ou Tié tem a sua origem do tupi e significa algo como plumagem vermelha. O pássaro Tiê macho possui uma plumagem de um vermelho muito vivo que lhe rendeu a denominação de Tiê-Sangue. Essa espécie possui o chamado dimorfismo sexual, ou seja, a plumagem da fêmea é menos vistosa que a do macho, é de um tom pardo.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Nacionais

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *