Naiara Azevedo

O cenário musical Brasileiro é bastante diverso, tendo artistas para todos os tipos musicais – desde a lambada, passando pelo samba, pagode, axé, chegando ao sertanejo e desembarcando no rock.  No entanto, esses são poucos dos muitos ritmos que embalam o povo brasileiro.

No entanto, deve-se admitir que o ritmo que mais tem visibilidade na mídia e que angaria o maior número de pessoas em shows, por exemplo, é o sertanejo, sendo mais específico, o sertanejo universitário, ritmo que começou a tomar proporção no Brasil em meados do ano de 2007 e, desde então, ajudou a revelar milhares de talentos. Podemos citar, por exemplo, que, no ano de 2007 e 2008, surgiram na mídia as vozes de César Menotti e Fabiano e Victor e Leo, dando largada ao sertanejo que conhecemos e ouvimos hoje.

Inicialmente, as vozes masculinas predominavam no sertanejo, tanto no raiz, no comum e no universitário. Raramente, alguma voz feminina se destacava, como a cantora Roberta Miranda, que é considerada a Rainha do Sertanejo.  Mas hoje, o que se vê é que o mercado do sertanejo está ainda mais aquecido com vozes femininas, como é o caso das duplas Maiara e Maraísa, Simara e Simaria, entre outras. Destaque também para as cantoras solo, como Marília Mendonça.

O nosso artigo de hoje irá girar em torno de uma das cantoras mais famosas atualmente no mundo sertanejo: a jovem Naiara Azevedo. Aqui, você vai conhecer um pouco mais sobre essa cantora, bem como algumas informações bastante interessantes sobre ela. Vamos lá?

A Vida de Naiara Azevedo

Nascida Naiara de Fátima Azevedo, a cantora é natural da cidade de Farol, no estado do Paraná, tendo seu nascimento registrado no dia 31 de outubro do ano de 1989. Durante a infância e parte da adolescência, Naiara morou em um sítio na cidade, até que, aos 16 anos, a futura cantora se mudou para a cidade de Umuarama, também no Paraná, a fim de se especializar em uma faculdade. Lá, se viu encantada pelo curso de Cosmética e Cosmetologia, no qual, ao fim da graduação, chegou a fazer uma pós-graduação relacionada à área. Mas tinha uma coisa que Naiara gostava mais do que tudo: cantar. Azevedo cantava desde criança, e, em sua família, a música sertaneja sempre foi uma influência, já que grande parte dela possuía algum dom musical.

Naiara diz que sua grande fonte de inspiração é a dupla Chitãozinho e Xororó, de quem também é uma grande fã.  Naiara atualmente é casada com o empresário Rafael Cabral, no qual realizou a cerimônia de enlace matrimonial no dia 18 de outubro de 2016.

Apesar de cantar desde a infância, a carreira de Naiara só foi se realizar para valer no ano de 2011. Nessa época, fazia sucesso o single “Sou Foda”, que foi cantado primeiramente por um grupo de funk, “Os Avassaladores” e, mais tarde, pela dupla sertaneja Carlos e Jader. Naiara, querendo inverter os princípios da música para o ponto de vista da mulher, lançou então, na plataforma de vídeos do Google You Tube, a música “Coitado”, no qual, no ritmo da música, deturpava as ações masculinas na música “Sou Foda” e colocava a mulher no centro da decisão. Para Naiara, tudo se tratava de uma brincadeira. Mas essa brincadeira foi a oportunidade que faltava para que Naiara se lançasse de vez no mundo da música. Depois do lançamento da música no You Tube, os números de visualização do vídeo saltaram muito, tendo, hoje, a marca de mais de 2,2 milhões de visualizações. Tal repercussão na internet foi positiva para Naiara, que foi chamada em diversos programas televisivos.

Logo depois de sua ascensão, Naiara Azevedo passou a perceber que não era mais uma brincadeira, mas sim, uma oportunidade de se estabelecer como uma verdadeira cantora sertaneja. Em 2012, ganhou o slogan que se tornou uma verdadeira marca registrada da artista: “Naiara Azevedo: Defendendo a Mulherada”. Logo em 2013, veio a gravação do seu primeiro DVD, que foi rodado na cidade de Londrina, para o qual Azevedo se mudou, como uma estratégia para que a sua carreira pudesse crescer. E, no ano de 2014, foi lançado o DVD gravado na capital paranaense, intitulado “Ao Vivo em Londrina”.

2 anos depois, em 2016, Naiara Azevedo lança o hit 50 reais, que, já de início, virou febre em bares, restaurantes e baladas sertanejas. A letra a música, que retrata o drama de uma mulher que pegou o seu namorado ou marido com outra na cama entrou para o hall das músicas sertanejas do tipo “sofrência”, que logo conseguiu adeptos.

Nas rádios brasileiras, o hit ganhou disparado em primeiro lugar e no you tube, o clipe de “50 Reais” entrou para o ranking “Top 100 Mundial” da plataforma de vídeos, tendo a produção de Naiara Azevedo ocupado o 75° lugar.

Vale lembrar que o hit “50 Reais” teve a participação da dupla sertaneja “Maiara e Maraísa” que, segundo citado inicialmente nesse artigo, fazem parte do grupo das novas vozes da música sertaneja feminina no Brasil. Atualmente, Naiara Azevedo tem uma agenda de shows que pode chegar até a 23 apresentações mensais.

A Voz Feminina No Sertanejo Brasileiro

Roberta Miranda, Inezita Barroso… Essas são apenas duas das poucas cantoras brasileiras sertanejas que possuem uma sólida carreira na música nacional. Nomes como Paula Fernandes, Maiara e Maraísa, Simara e Simaria, Marília Mendonça e a própria Naiara Azevedo entram em cena com o propósito de reverter esse quadro e posicionar de forma satisfatória a mulher no mercado radiofônico sertanejo nacional.

A cantora paraibana Roberta Miranda é um grande exemplo. Iniciando sua carreira na segunda metade da década de 1980, Miranda percorreu um árduo caminho antes de despontar à fama. Dona dos hits “Vá com Deus” e “ Majestade o Sabiá”, Roberta, até hoje, mantém sua postura como compositora de sertanejos de raiz, sendo reverenciada por onde passa. Sem perder a sua essência, Miranda passou a angariar fãs também na internet, com suas postagens que sempre se tornam “meme” na grande rede, e não chateia a cantora, pelo contrario, aprova esse contato carinhoso que consegue manter com seus seguidores. Certa vez, no programa Encontro, de Fátima Bernardes, a cantora apareceu trajando uma camiseta com um de seus famosos “memes”.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Nacionais

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *