Ritmos Mais Tocados Em Cada Região Do Brasil

O Brasil é um país bem musical e que conta com uma grande variedade de ritmos. Em geral esses ritmos foram criados por povos antigos brasileiros e tem grande repercussão no país e por que não dizer no mundo.

A música sempre teve uma grande importância cultural em nosso país e cada região se desenvolveu com base nessa riqueza musical. A mistura de ritmos faz de nosso país um verdadeiro caldeirão cultural. Porém, cada região tem um ritmo musical mais tocado e que tem mais a ver com a realidade do lugar.

Conheça mais a fundo os principais ritmos brasileiros e suas origens, você com certeza vai aprender muito mais sobre o nosso país.

Ritmos Mais Tocados Em Cada Região Do Brasil

Ritmos Mais Tocados Em Cada Região Do Brasil

Ritmos Da Região Sudeste

Samba

O samba é um dos ritmos que possui raízes africanas, mas que mesmo assim surgiu no Brasil e tem a cara do nosso país. O ritmo que é considerado como uma das principais manifestações culturais do nosso país é um dos mais tocados na região sudeste.

Dentre as características originais desse ritmo podemos destacar a forma em que a dança é acompanhada por pequenas frases melódicas e refrães cuja criação é anônima. A origem do chamado samba de roda é o recôncavo baiano, porém, na segunda metade do século XIX essa música foi levada o Rio de Janeiro onde se tornou parte da cidade.

Samba

Samba

Pagode

Na década de 1980 o samba voltou a aparecer no cenário brasileiro, mas com um novo movimento que foi chamado de Pagode. Essa música que vem do samba tem como principais características ter choro e um andamento de fácil acompanhamento para os dançarinos.

Podemos dizer que o pagode é dividido em duas fortes tendências que são o pagode de raiz que tem uma linguagem sonora bastante ligada às gerações passadas. Já a segunda tendência é a mais popular que tem um apelo mais romântico.

Bossa Nova

A Bossa Nova é um ritmo que o país todo conhece, mas que tem um significado especial para a região Sudeste do país principalmente para o Rio de Janeiro. Uma música que é considerada um derivado do samba e que teve grande influência do jazz de origem americana.

Esse ritmo surgiu no final da década de 50 no estado do Rio de Janeiro e conforme o tempo foi passando se tornou um dos movimentos com mais influência na história da música popular brasileira.

Região Sul

Chotes

Uma dança de salão que tem origem na Hungria e que apareceu em nosso país depois do período Regencial. O grande sucesso desse ritmo se deu durante o Segundo Império, no sul do Brasil ainda é um ritmo que tem força. No estado do Rio Grande do Sul é comum encontrar grupos que se dedicam a dançar chotes.

Milonga

A dança conhecida como Milonga é guiada pelo som de guitarras e é bastante popular no Uruguai de onde chegou ao Brasil. Atualmente, essa música e dança faz parte da cultura do pampa gaúcho.

Vanera Habanera ou Havanera

Uma dança que é acompanhada por um canto originário de Havana, Cuba e que tem grande força no Rio Grande do Sul. Essa música pode ser ouvida com frequência tocadas pelas bandas das colônias de imigração italiana.

Nos campos os gaiteiros gaúchos costumam chamar esse tipo de música de “vanera” e esse é o ritmo que faz parte do repertório para animar fandangos, bailantas e festas gauchescas.

Região Nordeste

Frevo

A criação do Frevo é creditada ao estado de Pernambuco e como característica mais especial tem o fato de ter sido criada pelos brasileiros. Em Recife o Frevo é uma mistura de ritmos como maxixe, a marcha e a capoeira.

Essa música surgiu no final do século XIX e tem um ritmo bastante acelerado, bastante tocada na época de carnaval. Aliás, o carnaval de Pernambuco é conhecido em parte pelo Frevo.

Além da música bastante característica o Frevo também é acompanhado por uma dança típica que tem forte influência da capoeira. Para dançar frevo também é importante estar caracterizado para tal. Isso inclui as roupas e sombrinhas coloridas. Pode ser uma dança difícil já que conta com mais de 120 passos.

Maracatu

Esse ritmo musical tem origens religiosas e negra, também faz parte da história do estado de Pernambuco. Era esse ritmo que os negros dançavam junto com os reis do Congo nas festas religiosas que faziam homenagem a padroeira Nossa Senhora do Rosário.

Com o passar do tempo o Maracatu foi perdendo as suas características ligadas a religião e passou um dos ritmos do carnaval de Pernambuco. Nos desfiles de Maracatu não há enredos, mas sim ritmos de tambores.

Como forma de abrilhantar os desfiles é possível ver pessoas que se destacam a frente do grupo, dentre essas pessoas estão o rei e a rainha, príncipes, embaixadores, indígenas e dançarinas.

Axé

Esse é um dos principais ritmos de origem baiana, criado na década de 80 durante as festas de carnaval é hoje um dos mais tocado no Nordeste. Basicamente o axé se caracteriza por ser uma mistura de forró, calipso, frevo, maracatu e reggae.

Região Norte

Carimbó

O ritmo musical conhecido como Carimbó tem origem negra e trata-se de uma manifestação cultural bem marcante do estado do Pará. Além do ritmo tem uma dança que é realizada em pares.

Para dançar é importante formar duas fileiras de homens e mulheres e quando a música começa a tocar os homens se direcionam até as mulheres batendo palmas. Quando os pares são formados eles passam a girar em torno de si mesmos.

Congo Ou Congada

O ritmo que pode se chamar Congo ou Congada é uma manifestação cultural de origem africana, mas que também conta com influência ibérica. Esse ritmo ganha destaque no norte do Brasil durante a época de natal e também das festividades de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito.

Região Centro Oeste

Catira

O ritmo conhecido como Catira tem a sua origem desconhecida, mas costuma ser realizada por homens que sapateiam em frente uns aos outros seguindo o ritmo de uma viola.

Imagem de Amostra do You Tube

Cururu

Uma dança que é realizada por homens e tem como objetivo homenagear os santos, em geral tem citações bíblicas. Também é possível que essas músicas comentem sobre acontecimentos políticos e outros assuntos.

Imagem de Amostra do You Tube

Polca De Carão

Uma dança de salão em que os dançarinos devem levar um “carão”, ou seja, ser esnobados pelos seus pares. A dança acaba quando todos os dançarinos passaram por isso.

19 comentários

  1. isso é uma bosta e ñ me ajudou em porra nenhuma

  2. eu adorei mas faltou coisas da regiao sudeste

  3. isso nao vale nada eu prefiro um fanke

  4. não me ajudou em quase nada!!!!
    esse site está incompleto….

  5. Não tem informações necessárias!

  6. binaka frança silva

    me ajudou sim muito mesmo ameii..

  7. Eu gostei mais faltou mais da região norte

  8. isso e uma merda puta que te pariu isso nao serve pra nada

  9. nao gostei. e muito sem informacao

  10. ñ gostei

  11. eu ameiii suas recalcadas de plantão se não gostaram morram q passa ;)

  12. Gostei mto me ajudou no trabalho aki!!!!

  13. gostei d+ muito bom esse site os que nao gostaram que se fodam :)

  14. adorei me ajudou bastante obrigada

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>