Bidê Ou Balde: Banda De Rock Gaúcha

A banda Bidê ou Balde foi formada em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, no ano de 1998. Uma curiosidade a respeito do nome da banda é que não tem uma explicação então sempre que perguntam para os integrantes porque Bidê ou Balde eles criam uma nova resposta.

Bidê Ou Balde: Banda De Rock Gaúcha

Bidê Ou Balde: Banda De Rock Gaúcha

Os Integrantes Do Bidê Ou Balde

A banda é formada por Carlinhos Carneiro que faz o vocal, Vivi Peçaibes que faz vocal e teclado, Rodrigo Pilla na guitarra e Leandro Sá também na guitarra. O grupo é complementado por músicos convidados que são Lucas Juswiak no baixo e Marcos Rübenich na bateria.

Dentre os ex-membros da banda estão Katia Aguiar que fazia vocal e teclado, Pedro Hahn que tocava bateria, André Surkamp que tocava baixo, Gisele Figueredo vocal e Sandro Caveira que tocava bateria.

Os Integrantes Do Bidê Ou Balde

Os Integrantes Do Bidê Ou Balde

Discografia Do Bidê Ou Balde

Se Sexo é o Que Importa Só o Rock é Sobre Amor! (2000)

O primeiro CD da banda foi lançado no ano 2000 e contou com a produção Raul Albornoz e Vini Tonello. Nesse álbum está uma das músicas de maior sucesso da banda “Melissa”. O clipe dessa canção rendeu a banda o prêmio de revelação no VMB de 2001.

Nesse disco ainda está a faixa “E Por Que Não?” que chegou a ser apresentada no Acústico MTV Bandas Gaúchas. Depois de alguns anos a banda foi processada por causa dessa canção sob a alegação que a letra incentiva a pedofilia e o incesto.

Confira Um Trecho Da Música Polêmica Do Bidê Ou Balde:

“Eu estou amando,

a minha menina.

E como eu adoro,

suas pernas fininhas.

Eu estou cantando,

pra minha menina.

Pra ver se eu convenço

ela a entrar na minha.

E Por Que Não?

Teu sangue não é igual ao meu,

teu nome fui eu quem deu,

te conheço desde que nasceu!

E Por Que Não?

(…)

Eu estou amando,

a minha menina.

Ouve o jeito que ela fala,

olha o jeito que ela caminha.”

Pra Onde Voam Os Ventiladores De Teto No Inverno? (2001)

Em 2001 a banda lançou um EP com três músicas inéditas e que também contava com regravações de músicas do primeiro álbum.

Outubro Ou Nada! (2002)

O CD “Outubro Ou Nada!” foi produzido por Thomaz Dreher e apesar de ter tido excelentes críticas não foi muito bem comercialmente. Para os críticos o trabalho do Bidê ou Balde nesse CD foi mais ambicioso que nos trabalhos anteriores. Nesse álbum estão canções como Microondas, Hollywood #52, Bromélias e Soninho e Cores Bonitas. Essas músicas tiveram arranjo de cordas e sopros feitos pelo maestro Leonardo Boff.

É Preciso Dar Vazão Aos Sentimentos! (2004)

O disco de 2004 marca bem as mudanças pelas quais o Bidê ou Balde passou com a saída da tecladista Katia Aguiar. As canções desse novo momento contavam com melodias mais simples e com base nas guitarras. A música que mais fez sucesso nesse trabalho foi “Mesmo Que Mude”.

Esse álbum foi lançado em duas versões, uma tinha uma capa prateada e no formato de um pôster contendo 10 músicas dentre as quais estavam Hoje do Camisa de Vênus contando com a participação de Marcelo Nova. A outra versão tinha uma capa branca e contava com as mesmas músicas do CD prateado com exceção da canção Hoje e ainda tem mais 5 faixas bônus remixadas.

A versão prateada foi feita em quantidade limitada e foi vendida nos shows da banda. Já a versão de capa branca foi comercializada junto com a revista Outracoisa do Lobão em bancas por todo o Brasil.

CD e DVD Acústico MTV Bandas Gaúchas (2005)

Um dos marcos da carreira do Bidê ou Balde foi a sua participação no projeto Acústico MTV Bandas Gaúchas. Dentre as bandas do projeto estavam Cachorro Grande, Ultramen e Wander Wildner. As músicas do Bidê inclusas no trabalho foram Melissa com a participação de Roger Moreira do Ultraje a Rigor, Microondas, Mesmo que Mude, Bromélias e E Por Que Não?.

Devido aos processos que a MTV sofreu devido a canção “E Por Que Não?”, movidos por ONGs e militantes dos direitos da criança e da mulher, foi relançada uma segunda versão do CD e DVD sem essa música. O mais interessante é que a exclusão da música fomentou uma grande discussão a respeito de censura e liberdade de expressão em nosso país.

Adeus, Segunda-Feira Triste! (2010)

No ano de 2010 a banda lançou um EP contendo 5 músicas inéditas dentre as quais estava o hit “Me Deixa Desafinar”.

Lucinha (2011)

Em 2011 a banda lançou em seu site oficial o single “Lucinha” que estava disponível para download.

Eles São Assim. E Assim Por Diante” (2013)

Um CD que conta com músicas inéditas, com o single virtual Lucinha e regravações de sucessos como “Me Deixa Desafinar” e “Mesmo Que Mude” com participação de Renato Boguetti. Esse CD pode ser comprado através do site do Bidê ou Balde.

Site Do Bidê Ou Balde

Os fãs da banda Bidê ou Balde podem comprar produtos da banda através do seu site oficial acessando http://www.bideoubalde.com.br/. Nesse site é possível ser redirecionado para o site loja virtual da banda que tem canecas, camisetas, o CD novo e muito mais.

Clipes Do Bidê Ou Balde

Clipe De Melissa

Um dos maiores hits da banda, esse clipe foi o que deu a banda o prêmio de Revelação no VMB de 2001.

Clipe De E Por Que Não

O Clipe Da Música Mais Polêmica Da Banda.

Clipe De Bromélias

Uma música que fez um sucesso relativo.

Clipe De Cores Bonitas

Uma curiosidade a respeito desse clipe é que ele foi dirigido por Rafael Grampá um quadrinista e ilustrador de renome.

Clipe De É Preciso Dar Vazão Aos Sentimentos

Um hit de um disco que marcou uma boa fase da banda.

Clipe De Hoje

Um clipe que se destaca por ter sido feito totalmente em animação.

Clipe De Lucinha

O clipe do single que foi lançado primeiro virtualmente.

A banda Bidê ou Balde surgiu junto com uma grande leva de novas bandas do Rio Grande do Sul e conseguiu se manter com destaque no meio musical. Um destaque para os seus clipes que sempre apresentam algo de nonsense que é interessante.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Bandas

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *