A Primeira Música Gravada

Certamente a primeira música gravada pode contar com créditos dados a Thomas Edison, este que antes mesmo de inventar a lâmpada elétrica, criou o chamado fonógrafo, no ano de 1877 e durante este processo de criação, ele mesmo cantou um poema para realizar testes no seu novo invento. Apesar disto alguns cientistas acabaram descobrindo que uma primeira gravação aconteceu no ano de 1860 17 anos antes da que foi feita por Edison, mostrando algo um tanto estranho, que era considerada uma música inovadora.

A Primeira Música Gravada

A Primeira Música Gravada

A criação de discos por exemplo, foi creditada através do canadense Émile Berliner, na década de 1870, o primeiro disco foi feito de goma laca, um material que era negro e opaco. Não existia na época um padrão de velocidade e também tamanhos de discos. Apenas a partir de 1910 é que os discos puderam passar a ter velocidades padrão de 78 rpm (rotações por minuto) com 25 cm. A partir dos anos 40 começou então a surgir os LP’s (Long Play) que eram produzidos de materiais plásticos mais leves, práticos e também resistentes que os anteriores.

http://www.youtube.com/watch?v=7BrOspvbxWs

A Primeira Música Gravada No Brasil

A primeira música que foi gravada no Brasil surgiu pelo compositor Xisto de Paula Bahia, nascido em Salvador, este que gravou a sua primeira música no ano de 1902, com o hit Isto é Bom’. O cantor ainda fez grande sucesso durante o período do segundo reinado, musicando assim os poemas de Plínio de Lima, o famoso “ainda e sempre”.

A Primeira Música Gravada No Brasil

A Primeira Música Gravada No Brasil

Xisto também contava com uma bela voz de barítono, e começou a sua carreira como corista em Salvador. E ele nunca estudou de forma formal a música, e pode compor de forma intuitiva e também autodidata grandes sucessos. Ele foi considerado por Arthur de Azevedo certamente o maior ator nacional que se pode ter em uma referência as comédias que pode escrever e também pode protagonizar o sucesso, este que sempre esteve com ele em várias atividades artísticas desde que se envolveu com este tipo de trabalho.

O intérprete da primeira canção, o Bahiano Manuel Pedro dos Santos, nasceu na cidade de Santo Amaro da Purificação, e foi certamente o primeiro cantor profissional do país, além de ter gravado o primeiro disco brasileiro. Era especializado em modinhas e também lundus, que faziam com que cantassem acompanhados de violão, conseguindo assim um lugar definitivo na história da música popular brasileira e principalmente do samba, gravando um grande sucesso ‘Pelo Telefone’, em 1917. A música certamente é considerada o primeiro samba as ser gravado no Brasil, de acordo com o Wikipedia.

Qual Foi a Primeira Música Gravada Em CD?

Com certeza diversas músicas foram gravadas durante processos de criação do que na época eram os chamados CDs, apesar disto o primeiro CD que foi gravado em escala industrial, foi um conjunto de valsas remasterizadas de Chopin, que foram interpretadas pelo pianista chileno Claudio Arrau. E isto aconteceu no ano de 17 de agosto de 1982 na Alemanha, onde ficava a sede da gravadora Polygram, a subsidiária da então Philips que depois de alguns anos, se pensando em novas tecnologias de gravação, puderam se unir a esforços da Sony, que também procurava queimar neurônios para criar a mesma tecnologia e não sabia como. É muito interessante se pensar que esta revolução de tecnologias, que foram desenvolvidas ao longo de oito anos, possa ter sido coroada com a gravação de estilos musicais nem um pouco tecnológicos. O mais interessante ainda é saber que o cd como conhecemos hoje, com um tamanho equivalente a 12 centímetros de diâmetro e ainda capacidade de 74 minutos somente ganhou este formato através de outra composição clássica. A famosa  “Nona Sinfonia de Beethoven”. A bolacha originalmente tinha 60 minutos e 11,5 cm, mas o vice-presidente da Sony, Norio Ohga, exigiu sumariamente que a gravação completa que durava 74 minutos deveria acontecer. A Polygram tinha a gravação padrão que tinha esta duração, de 74 minutos por este motivo se tornou padrão. Existem ainda diversas versões desta história, e dizem ainda uqe quem era fã de verdade de Bethoven era a esposa do presidente da Sony, mas certamente o fato é que os primeiros CDs que foram lançados tanto pela Philips (as valsas de Chopin) quanto pela Sony (52nd Street, de Billy Joel), ambos em 1982, se apresentaram ao mundo com os famosos e conhecidos 74 minutos de duração.

Conheça Um Pouco Da Evolução Das Gravações.

A primeira gravação era feita através de um cilindro coberto por papel laminado, e o primeiro som gravado durante os processos de criação foi um poema infantil chamado “Mary Tinha uma Ovelhinha”, que foi gravado na voz de Edison.

A partir do ano de 1887 a grande dificuldade de se produzir gravações em escala industrial começou a ser contornada com a invenção do gramofone, e ainda pelo alemão Emile Berliner, que pode trazer ao mundo os adventos do disco. Os primeiros puderam ser feitos de goma laca, que nada mais é do que uma resina de planta, com capacidade de gravação baixíssima.

No ano de 1930 para se ter idéia, começou a chegar ao mercado o LP , famoso long play, que tinha um equivalente a 30 centímetros de diâmetro, e foi um fracasso retumbante graças a recessão dos Estados Unidos. Somente a partir de 1948 é que a gravadora Columbia lançou um LP que tinha em torno de 20 minutos de cada lado, e o formato se tornou algo padrão. O disco de estréia foi um concerto de Beethoven – interpretado por violinistas da Filarmônica de Nova York.,

No ano de 1963 a Phillips lançou a primeira fica cassete, que era batizada de musicassette ou compact áudio cassete. Este formato foi uma revolução na tecnologia, e as pessoas tinham o poder de escolher os conteúdos que queriam ter nas suas fitas. As que eram mais comuns eram feitas de cromo, e tinham uma capacidade entre 60 a 90 minutos.

A partir de 1982 surgiu o CD, entre grandes parcerias com empresas da Phillips e da Sony.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Curiosidades

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *