História Da Furacão 2000 e Do Funk

Furacão 2000 é o nome da equipe de som carioca que trabalha com a produção de shows e coletâneas de músicas do estilo funk. Essa equipe tem como principal objetivo ajudar a divulgar e popularizar as músicas desse gênero no país e também no exterior. O funk é um ritmo que nasceu de uma mistura de uma variação do Miami Bass e de diversas influências de ritmos vindos da África.

O Começo De Tudo

Mesmo que o grande estouro do funk tenha acontecido no final da década de 90 e começo dos anos 2000 para o grande público a Furacão 2000 trabalha há muito tempo por essa popularização. O começo de tudo foi na década de 70 através da fusão de duas equipes que era a Guarani 2000 de Gilberto Guarani e a Som 2000 de Rômulo Costa.

As primeiras atividades dessa equipe foram a organização de bailes de funk e soul, porém, atualmente grande parte do sucesso da Furacão 2000 é a apresentadora Priscila Nocetti. A moça desponta como uma das mulheres mais desejadas do universo musical atual e acompanha o grande sucesso dessa equipe que está por trás de grande parte dos maiores bailes funk do momento.

O Começo De Tudo

O Começo De Tudo

O Nome Furacão 2000

Conta a lenda que o nome Furacão 2000 surgiu de um comentário feito pelo ex-presidente da república, Humberto Castelo Branco, que quando escutou o som produzido pelas duas equipes, a Guarani e Som 2000, disse o seguinte: “Isto não é Som 2000, nem Guarani, é um furacão!”.

O Nome Furacão 2000

O Nome Furacão 2000

A História Do Funk e Da Furacão 2000

O Início Da História Do Funk No Brasil – Década De 70

Não temos como falar da história da Furacão 2000 sem falar da história do funk no Brasil, pois nem sempre o ritmo foi tão bem aceito. No meio da década de 70 quando a equipe foi criada o ritmo funk não era bem aceito nas danceterias tupiniquins, pois as casas entendiam que era um som consagrado nos EUA que nada tinha a ver com os brasileiros.

Em paralelo a isso eram organizados alguns bailes específicos de funk em festas chamadas de Hi-Fi, aquelas que contavam com vitrolas valvuladas. Nessa época os nomes mais importantes da música funk era Cidinho Cambalhota, Big Boy, Mr. Funk, Messiê Limá e Ademir.

Um destaque para Messiê Limá que já nessa época se destacava como um DJ de prestígio, quando ser DJ de funk não era exatamente algo cool. Limá agitava os bailes do subúrbio e da zona sul do Rio de Janeiro. A musa dos bailes funk era Lady Zu e dentre as equipes que já tinham prestígio nessa fase está é claro a Furacão 2000.

Década De 80 – Miami Bass

No começo da década de 80 o estilo funk foi passando por mudanças em sua sonoridade e aos poucos estava sendo substituído pelo Miami Bass. Porém, mesmo com a mudança do som o nome do ritmo não mudou. Dessa fase o que sobrou nos dias de hoje são as batidas graves do Miami Bass que ainda faz sucesso na cidade americana de origem.

As Batidas Do Funk

Grande parte das batidas de funk que chegaram ao Brasil foram trazidas por Carlos Machado, um engenheiro de som que é conhecido como DJ Nazz e também por Carlinhos Nazista. Dentre essas batidas trazidas por ele podemos destacar a famosa “808 Volt Mix”.

Final Da Década De 80 – Letras Nacionais

Quando a década de 80 foi chegando ao fim as letras do Miami Bass foram sendo nacionalizadas, ou seja, escritas em português. A ideia foi de Cidinho Cambalhota, o mais curioso era o sistema de criação de letras, pois ficava a cargo do público dos bailes inventar algo para ser cantado em português no lugar das letras em inglês.

Para tornar mais fácil esse processo os funkeiros passaram a chamar parte das músicas de “melô disso ou daquilo” e criavam um refrão em português. Dentre essa leva de músicas de funk em português a primeira a fazer sucesso foi “Do Wah Diddy” que interpretada originalmente por Abdullah e se transformou em “melô do tagarela”. A versão brasileira foi feita por Miele.

Miami Batidão e a Furacão 2000

O início do funk como conhecemos hoje se deu nessa fase e era chamado de “Miami Batidão”, os samples clássicos dessa época ainda são utilizados pela Furacão 2000 para a produção de coletâneas e shows. Aliás, devemos ressaltar que a história da equipe Furacão 2000 se confunde com a história do funk.

DJ Marlboro – A Nova Geração Do Funk

A equipe Furacão 2000 tem grande importância para o funk, porém, não podemos falar desse ritmo sem destacar também o DJ Marlboro. Um artista que está há mais de duas décadas tocando e ajudando a construir dia a dia o estilo. Na história do funk DJ Marlboro é considerado da nova geração.

Mudança De Imagem Do Funk

Aliás, vale dizer que uma das primeiras equipes a surgir foi a Furacão 2000 e até metade da década de 90 quem trabalhava com funk era mal visto e pouco conhecido do público. Em grande parte o preconceito com o estilo musical estava no fato de que era nesses bailes que gangues rivais aproveitavam para medir forças e assim realizar um show de violência.

Para se ter uma ideia no ano de 1992 os bailes funk chegaram a ser proibidos no Rio de Janeiro por causa de uma apresentação que foi organizada pela Furacão 2000 e pela Cash Box no Maracanazinho que acabou numa grande briga e na depredação do estádio. Porém, em 1994 o estilo ressurgiu e passou a se tornar mais popular.

Novos Problemas

Basicamente eram tocados rap, melody, charm, montagem, mid back entre outros. Os bailes que antes eram violentos passaram a ser divertidos, porém, ainda um pouco tumultuados. Porém, devido a alguns problemas ocorridos nesses bailes em 1999 os bailes novamente sofreram pressão e dessa vez da mídia.

Uma CPI foi organizada e diversas irregularidades descobertas entre empresários, cantores e funkeiros. Rômulo Costa da Furacão 2000 chegou a ser preso assim como outros empresários.

O Funk Dos Anos 2000

Atualmente, os bailes funks são realizados quase que totalmente nas comunidades carentes do Rio de Janeiro. Basicamente equipes de som como a Furacão 2000 são responsáveis por montar o equipamento de som para que seja possível colocar todo mundo para dançar.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Funk

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • Estou fazendo um trabalho sobre o funk no brasil e gostaria de saber em escreveu este artigo para por como sitação

    fabricio dias dos Passos 21 de novembro de 2013 21:51 Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *